Furos e flagras dos famosos

ULTIMA NOTÍCIAS

sábado, 14 de maio de 2016

"Pânico" se degradou e é forçado a copiar "Zap Zap", diz "Encrenca"


Depois de ver o "Pânico" migrar com toda sua equipe para a Bandeirantes em 2012, a RedeTV! parece ter enfim encontrado uma atração à altura do show de trollagens de Emílio Surita e companhia. Também originado no rádio, o "Encrenca" estreou há quase dois anos, após uma série de tentativas que falharam na faixa noturna aos domingos, e passou a incomodar cada vez mais desde o fim do ano passado e início deste semestre.

Das dezenove vezes em que competiram somente neste ano, o humorístico acumula catorze vitórias e um empate contra o "Pânico" no Ibope medido em São Paulo. Ou seja, ganhou em 73,68% dos duelos diretos. No último domingo, no entanto, ficou atrás no confronto – o que não tira dessa turma o gostinho de satisfação pelas conquistas até aqui acumuladas.

O programa quebrou seu próprio recorde (com 8,6 pontos de pico) há duas semanas e já detém, faz algum tempo, o mérito de ser o produto de maior audiência da RedeTV!. Em meio a brincadeiras e piadas entre si, o diretor, Ricardo de Barros, e os quatro humoristas (Tatola Godas, Dennys Motta, Ricardinho Mendonça e Ângelo Campos) falaram, em bate papo com a reportagem do UOL, na sede da emissora, em Osasco (São Paulo), da ascensão relâmpago de um programa que, eles não escondem, frustrou a expectativa de todos no início.

"É ponto [de audiência] que não acaba mais. [O recorde] emociona porque a nossa estreia deu 0,8. A gente nunca teve uma audiência menor do que a estreia. Viemos da rádio e tínhamos um público forte... Ficamos tão decepcionados. O programa terminou e o Marcelo [de Carvalho, vice-presidente da RedeTV!] ligou dando parabéns, mas a gente ficou triste pra caramba", lembra Tatola, líder do grupo.

Química dos integrantes, atrações do gosto do público e a espontaneidade do vivo ajudam a explicar o sucesso do "Encrenca", mas o que, para o seu diretor, é tão fundamental quanto todos esses elementos para se chegar ao atual resultado é a natureza da internet transportada ao programa. Tudo passa como um "zap zap", nome do quadro de vídeos de WhatsApp e que virou bordão entre os humoristas.

"Hoje em dia o programa tem duas horas e meia, mas é todo fatiado, com uma porrada de assuntos que vão mudando. Hoje, na internet, ninguém tem mais paciência de ver as coisas, em cinco minutos o cara já quer pular uma matéria. Fazemos coisas de no máximo dois minutos, não mais do que isso", afirma Barros.

"Vídeo não é uma novidade e todo mundo já usou. Mas é o jeito que a gente embala o mesmo produto é que tem que se prestar atenção"

Ricardo de Barros, diretor do "Encrenca", sobre o quadro Zap Zap
"Pânico" se degradou e é forçado a copiar "Zap Zap", diz "Encrenca"
  • Title : "Pânico" se degradou e é forçado a copiar "Zap Zap", diz "Encrenca"
  • Posted by :
  • Date : maio 14, 2016
  • Labels :
  • COMENTAR
  • Facebook COMENTAR

0 comentários :

Deborah Secco tranquiliza os fãs após ser internada

Deborah Secco tranquiliza os fãs após ser internada
Atriz teve uma traqueobronquite e teve que se afastar das gravações de Malhação
Top